Sua Nova Evolução Pela Web!!!
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Afinal, o que há de tão especial no KDE 4?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
jukilo
Ranking
Ranking
avatar

Mensagens : 624
Data de inscrição : 01/03/2008

MensagemAssunto: Afinal, o que há de tão especial no KDE 4?   Sex Jul 18, 2008 3:34 pm

Embora o lançamento de novas versões das aplicações no universo do
Software Livre seja uma constante, alguns projetos merecem destaques
especiais. Por exemplo, para cada novo release do Kernel, sempre surgem
grandes expectativas; as novas versões da suíte de escritório
OpenOffice.org são ansiosamente aguardadas; até mesmo o lançamento da
primeira versão do navegador Web Firefox teve suas comemorações. E
agora, há muita atenção dedicada para a próxima versão do mais popular
ambiente gráfico: afinal, o que há de tão especial no KDE 4?

O KDE é muito mais que um simples ambiente gráfico: na verdade, ele é
uma das mais completas e poderosas plataformas de trabalho! Muitos até
consideram o KDE "quase um sistema operacional", faltando "apenas" o
kernel, os drivers e suas ferramentas. E a "obrigação" de uma grande
plataforma é prover todos os recursos necessários para facilitar ao
máximo a vida dos desenvolvedores de softwares. E neste aspecto, além
das tradicionais otimizações, melhorias e inúmeras correções, o KDE 4
traz grandes inovações baseadas em 7 grandes pilares: Plasma, Oxygen,
Solid, Phonon, Decibel, Kross e Sonnet. E acredite: os desenvolvedores
não serão apenas os únicos a serem beneficiados...

7 grandes pilares

7 grandes pilares: Plasma, Oxygen, Solid, Phonon, Decibel, Kross e Sonnet.

O Plasma é um projeto que visa revolucionar conceitualmente a interação
do usuário com o desktop. Uma série de elementos e recursos visuais
serão remodelados e integrados ao ambiente gráfico de forma que o
usuário possa maximizar a sua produtividade (entre eles, o
SuperKaramba, o Kdesktop e o Kicker). Em poucas palavras: trabalha-se
menos, faz-se mais e no final, a casa fica arrumada!

O Oxygen traz uma interessante proposta de prover ao KDE um conjunto
temático de ícones baseado em imagens vetoriais. Além disso, as formas
e as cores utilizadas tenderão a se aproximar da melhor maneira
possível para representar os objetos simbolizados "tal como eles são".
Com o uso de cores vibrantes, transparências suaves e belos efeitos
visuais, esta nova temática de ícones irá prover uma maravilhosa
integração visual aos elementos do Plasma.

O Solid pretende inovar a forma com que o desktop utiliza os recursos
de hardware do sistema. Para isto, ele proverá ao KDE uma poderosa
camada (API) de interação. Assim, os desenvolvedores poderão escrever
suas aplicações mais facilmente e de forma mais padronizada, onde as
chamadas de sistema serão baseadas nas especificações desta API.

O Phonon provê ao desenvolvedor a possibilidade de se utilizar
diferentes bibliotecas, frameworks e sistemas de áudio (engines) no
KDE. Não confundam com uma nova biblioteca; e sim, uma camada adicional
(API, tal como o Solid) de interação. A vantagem de se utilizar o
Phonon está na maior facilidade no desenvolvimento de aplicações
multimídia para o KDE.

O Decibel traz uma arquitetura unificada para que possamos usufruir
melhor os recursos oferecidos pela Internet de alta velocidade. Com
ele, uma ponte é criada para diferentes tecnologias (VoIP, WEB
Conferência etc) para facilitar todo o processo de comunicação
oferecido pela tecnologia. Portanto, tais aplicações relacionadas (como
o Kopete) certamente serão bastante beneficiadas em seu processo de
desenvolvimento.

O Kross vem para revolucionar a forma como são desenvolvidos os códigos
(scripts) em linguagens de programação como o Java Scripts, Python e
Ruby. Com o Kross, muitas aplicações nativas para o KDE poderão ter
suas funcionalidades estendidas através do desenvolvimento de scripts
adicionais.

O Sonnet é uma biblioteca feita especialmente para auxiliar na
verificação ortográfica de textos. Dentre suas características, está a
possibilidade desta detectar o idioma pelo qual o texto redigido se
encontra, além de prover uma arquitetura extensível. Conseqüentemente,
irá substituir o KSpell, já que certamente trará diversas vantagens em
comparação a ele.

Conclusão

Assim que a época de lançamento prevista (Dezembro/2008) se aproximar,
serão praticamente 2 anos sem grandes mudanças ou novidades na série
atual do KDE (3.5). Mas por outro lado, todo esse tempo sem grande
inovações será compensado por uma série de melhorias importantes, o
qual certamente farão do KDE 4 um desktop com grandes diferenciais!

Referências:



Colaboração de Ednei Pacheco para o site Livresoftware.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumevolution.forumeiro.com
 
Afinal, o que há de tão especial no KDE 4?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Brasil] Aeroporto de Brasília é o campeão de reclamações do juizado especial
» [Brasil]GOL com pintura especial
» [3DS/DS] Square-Enix divulga imagens da edição especial dos 10 anos de Kingdom Hearts
» PlayStation 3 terá edição especial de Final Fantasy XIII-2 no Japão
» A Era do Gelo: Especial de Natal Dublado DVDRip XviD Dual Audio & RMVB

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
::||Forum Evolution||:: :: Sistema Operacional :: Linux-
Ir para: